fbpx
Welcome to PAGAQUI site. Simplify your payments!

Media

Notícias Pagamentos Digitais

Portuguesa Pagaqui lança carteira digital

Portuguesa Pagaqui lança carteira digital

A aplicação “Qui” pretende facilitar o processo de pagamento de serviços, permitir transferências entre contactos, fazer compras online e levantar dinheiro em ATM.


A empresa de pagamentos Pagaqui lançou oficialmente a sua carteira digital (não bancária), designada “Qui”. A aplicação móvel permite enviar e receber dinheiro dos contactos dos utilizadores, fazer transferências através do número de telefone, pagar serviços, comprar online e levantar dinheiro em qualquer ATM.

A Pagaqui – que inicialmente operava apenas nas lojas e quiosques, onde os clientes podiam pagar a conta do telefone, por exemplo – assume-se agora como uma fintech, mantendo a possibilidade de carregar os títulos de transporte (passes), pagar os serviços de televisão por streaming, obter vales da Playstation, entre outros produtos por mensalidade/subscrição.

“O registo e abertura de conta são realizados em poucos minutos, o que nos distingue da concorrência uma vez que não somos um banco. A abertura de conta da Qui é realizada com a máxima segurança, junto da Pecunia Cards, instituição de moeda eletrónica autorizada e registada pelo Banco Central de Espanha [registada junto do Banco de Portugal com a referência IF 7743]”, explica, João Barros, CEO da Pagaqui.

Em entrevista ao Jornal Económico, João Barros já tinha anunciado que a empresa iria ter uma “wallet”. A “Qui – Carteira Digital” está disponível nos sistemas operativos Android e iOS, não tem taxas de transferências e de manutenção de conta, mas o utilizador tem de associar um cartão Visa pré-pago com o carregamento mínimo de 10 euros. “Tem apenas um custo de 10 euros por ano, que é oferecido no primeiro ano de utilização, com todas as despesas incluídas e inclui a anuidade do cartão bancário”, acrescenta o diretor-executivo da Pagaqui.

No final de agosto, a empresa entrou no mercado das moedas virtuais, através de uma parceria com a startup espanhola Bitnovo. Assim, passou a ser possível comprar vouchers de 20 euros a 250 euros (da Bitnovo) para adquirir criptomoedas Bitcoin ou Ethereum, por exemplo, nos pontos de venda que a Pagaqui tem em Portugal.

Fonte: Jornal Económico



PAGAQUI's Whatsapp
Submit